Lallybroch: FAQ

       
Abaixo estão algumas respostas às perguntas mais frequentes sobre os personagens da série OUTLANDER de Diana Gabaldon.
       
Leia com cuidado, pois algumas perguntas/respostas contém "spoilers"
       
Todas as respostas são de Diana, seja postada para este FAQ, citações de entrevistas, artigos ou mensagens postadas online em redes sociais. Esse FAQ será atualizado, sempre que houver novas perguntas relevantes para a autora.
       

FAQ: Sobre os Personagens

       
Como você desenvolve seus personagens? Você mantém cartas ou cartões de índice para cada um?
       
Não, eu não mantenho gráficos de personagens, eu não escrevo nada, só textos do livro, e eu nem sequer escrevo isso em linha reta. Eu escrevo cenas; lotes de pequenos trechos que, eventualmente, serão unidos.
       
Nos últimos livros, eu tive a sorte de olhar para trás e ver em que mês ou ano uma determinada cena se passa, então eu vou saber como o tempo deve estar, mas isso é o máximo que faço. Eu não me esqueço dos personagens, porque eu posso "vê-los".
       
Como e de onde vem os personagens:
       
Há um grupo de fãs locais, aqui em Phoenix, que me levaram para tomar chá na primavera durante anos. Há um resort que faz um chá Inglês formal, completo, com bolinhos, creme e sanduíches e todos os tipos de guloseimas. Todos nós passamos um tempo agradável juntos e eles mantém meu cérebro no livro em progresso.
       
Então, em um desses chás, os leitores falaram sobre Jack Randall, e de como horrível, terrível, desagradável, repugnante, repelente... .etc ele era. E o tempo todo, eu estava sentada ali, calmamente bebendo o meu chá, e pensando: "Vocês realmente não realmente nenhuma noção do que vocês estão falando com Black Jack Randall, não é?" Tenha isto em mente.
       
Algum dos personagens de ficção é baseado em figuras históricas reais?
       
Há uma bruxa "real" (final do século XVI) chamada Geilis Duncane, citada em Daemonologie, um tratado sobre bruxas do Rei James da Escócia (mais tarde James I da Inglaterra...) ─ O livro é sobre o julgamento de um grupo de bruxas que James acredita que tentaram assassiná-lo através de magia negra. (Você sabe como as mulheres sempre se unem ao diabo para fazer coisas assim...). Imaginei que ninguém, que não conhecesse feitiçaria escocesa, saberia o nome, e para quem não soubesse, não importaria.
       
E, naturalmente, não é o nome verdadeiro da bruxa de OUTLANDER que aparecem em "A Libélula" com (o que supomos que seja) o nome Gillian ─ ela tomou o nome Geillis deliberadamente, por causa da original, que para ela era naturalmente familiar, devido a suas pesquisas sobre bruxaria.
       
Jack Randall não é real, tanto quanto sei. Devo acrescentar que, com ressalvas, com bastante frequência ao escrever esses livros, eu escrevi sobre alguém que presumivelmente esteve na minha cabeça e, em seguida, encontrei, no registro histórico. É ligeiramente estranho quando isso acontece, mas sempre me tranquiliza saber que estou no caminho certo.
       
Agora, Madre Hildegarde foi uma pessoa histórica real, embora ela vivesse no século XII, em vez do XVIII. Da mesma forma, M. Forez, o carrasco de "A Libélula", foi um carrasco real em Paris do século XVIII. Bonnie Prince Charlie e muitos dos senhores jacobitas eram pessoas naturalmente reais, assim como Benedict Arnold, General Burgoyne, e George III. Mas a maioria das pessoas históricas é tratada como pessoas históricas; ou seja, eu não brinquei com os fatos de suas vidas ou personalidades, com uma pequena exceção. Simon, Lorde Lovat, também conhecido como "A Raposa Velha" foi certamente uma pessoa real, e muito pitoresca, também. Eu não fiz alterações em sua vida ou pessoa, salvo um ramo ilegítimo e totalmente ficcional sobre sua árvore genealógica, fazendo-o avô de Jamie Fraser. Dado aos registros da personalidade do Velho Simon, atribuir um filho ilegítimo a ele de modo algum seria cometer um assassinato de caráter.
       
Quem é o fantasma na OUTLANDER? (SPOILER)
       
O fantasma é Jamie... mas, quando e como ele se encaixa na história, tudo será explicados no último livro.
       
Como pronuncia "Sassenach"?
       
SASS-uh-nak. Na verdade, é um pouco gutural no final, um pouco como o "ach" alemão, mas não tão gutural. Chega perto, no entanto.
       
       
Quando é o aniversário de Jamie?
       
Primeiro de Maio. Eu tinha um leitor que discutia comigo sobre isso, insistindo que ele tinha que ser de Leão, mas eu garanto que ele não é. Meu marido e as crianças são todos Taurinos, e eu sei como eles são. É 01 de maio.
       
É verdadeira a história sobre Dun Bonnet e o proprietário de terras que se escondeu por sete anos?
       
O Salto do Barril (Leap o the Cask) é real e é a história do proprietário de terras que se escondeu na caverna durante sete anos, cujos inquilinos chamavam de Dunbonnet, e seu servo, que levava cerveja para ele na clandestinidade. Seu nome? Ah... James Fraser. Realmente.
       
Quem/O que é mestre Raymond? Qual é o seu significado? (SPOILER)
       
Bem, ele é um viajante do tempo pré-histórico. Eu acho que ele veio de algum lugar em 400 AC, ou talvez um pouco mais cedo (não tecnicamente "pré-histórico", mas eles certamente não estavam usando registros escritos, quando ele nasceu), e o século XVIII não é a sua primeira parada.
       
Ele é ou foi um xamã, que nasceu com a capacidade de curar através da empatia. Ele vê claramente auras; todos aqueles com seu poder têm a luz azul e os guerreiros que nasceram em sua época, por outro lado, tem luz vermelha (então sim, "o homem vermelho" é um ícone). Ele tem uma forte aversão aos Vikings, devido a eventos que aconteceram em seu próprio tempo; daí o seu nervosismo quando ele vê Jamie. Ele tem medo deles, mas ele também percebe exatamente que ele tem uma forte força de vida e é por isso que ele faz Claire invocá-lo (usando o link sexual e emocional entre ela e Jamie) para curá-la.
       
Seus descendentes, alguns com os quais ele se encontra agora e, e depois, em suas viagens, terá uma luz azul sobre eles, também; em maior ou menos quantidade, dependendo de seus talentos. Então, ele conhece Claire, quando ele a vê, como um das suas netas. E Gillian/Geillis é outra, você nota que ela tem o conhecimento de plantas (ervas) de Claire, embora essa use naturalmente para criar venenos, em vez de medicamentos.
       
Vamos vê-lo novamente, embora não na historia de Jamie e Claire, eu acho. Mestre Raymond deve ter sua própria série de livros, eventualmente. Então, na verdade, vamos ver Claire, Jamie, e Geillis novamente, em seguida, mas como personagens secundários da história de mestre Raymond (você se lembra, Geillis menciona ter encontrado "outro" (viajante do tempo) em o Resgate no Mar, mas não diz a Claire, quem é).
       
Deus sabe exatamente quando nós vamos chegar a isso ─ daqui a dez anos, a este ritmo, mas vamos chegar.
       
Jonathan Randall e o Duque de Sandringham foram amantes?
       
Não, o Duque e Randall não foram amantes, embora o Duque certamente compreendesse a psicologia de Randall, e sem dúvida a usou para controlá-lo.
       
Como o nome de Geillis é pronunciado?
       
Bem. Eu não sei. Se servir, o leitor dos audiobooks curtos (Geraldine James) pronuncia GAY-liss ou GAY-lee, e o leitor dos audiobooks completos (Davina Porter) pronuncia (eu acho) GUY-liss ou GUY-lee- e eu também ouvi GEE-liss/GEE-lie (com um "g" suave).
       
Como o nome Laoghaire é pronunciado? De onde este nome vem?
       
Eu tirei "Laoghaire" de um mapa. E não, eu não tinha ideia de como ele era pronunciado, embora eu tivesse um palpite. Desde então, eu perguntei a vários escoceses, e obtive respostas que vão desde "L'heer" para "Leera" para "Leery." "Leery" parece ser a pronúncia mais comum, no entanto.
       
       
Por que Jamie não usa a expressão "mo duinne" em "Resgate no Mar"?
       
Eh... bem... Ele não diz "mo duinne" em "Resgate", porque entre "A Libélula no Âmbar" e "O Resgate", eu adquiri a ajuda, de graça, de um falante nativo de gaélico, um rapaz, MacKinnon Taylor (que gentilmente me aconselhou em todos os pontos em gaélico no livro). Sr. Taylor informou-me que, enquanto "mo duinne" traduzia o que eu queria transmitir, não era idiomaticamente correto, isto é, a expressão adequada seria "mo nighean donn". Então eu usei isso em "Resgate", desejando (como sempre) ser a mais precisa possível.
       
       
Quem eram os amantes do Paleolítico em "A Libélula no Âmbar"? Qual foi o seu significado?
       
Eu realmente não tenho nada especificamente em mente sobre os amantes do Paleolítico. Eles eram simplesmente uma metáfora para a brevidade da vida e a importância do amor, mas, repetindo, muitas vezes eu escrevo algo que eu prentendo que seja apenas pitoresco, e isso meio que se transforma em algo mais tarde nos livros.
       
Há o fantasma em Outlander, por exemplo...
       
Eu peguei os amantes da National Geographic, de fato. O original era um casal de Herculano (ou possivelmente Pompéia) cujos esqueletos foram encontrados durante uma escavação, e da maneira que eu descrevi em Libélula, seus braços em torno dela, tentando protegê-la quando o fogo desceu sobre eles. Uma das imagens mais tocantes e dramáticas que eu já vi. Isso ficou preso na minha mente por anos e anos, por isso estava lá quando meu subconsciente precisou de uma imagem de mortalidade e de amor. Uma razão pela qual os escritores deveriam ler mais coisas além do seu próprio gênero literário (seja ele qual for).
       
Nota: Veja "The dead do tell tales at Vesuvius" por Rick Gore, da National Geographic, de maio de 1984, pp 556-613 (em inglês). Além disso, à direita está uma imagem semelhante de um casal neolítico encontrado perto de Mantova, Itália. Uma história da Reuters publicada em 07 de fevereiro de 2007, “Eternal Embrace? Couple Still Hugging 5,000 Years On."
       
Como cientista, o que você realmente pensa sobre o monstro do Lago Ness?
       
A melhor resposta que posso dar, penso eu, é o que eu dei a uma aluna da sexta série que escreveu para me perguntar a mesma coisa (eu vou incluir a bela carta dela, também).
       
Cara Dra. Gabaldon,
Eu sou uma estudante da sexta série na Escola Falk, em Pittsburgh, Pensilvânia. Na escola, estamos trabalhando em um projeto chamado de "Eu Pesquiso". Trata-se de fazer um monte de investigações sobre um tema escolhido e escrever em um papel. Meu tema é o monstro do Lago Ness. Eu estava esperando que você pudesse me responder a algumas perguntas sobre isso, porque eu sei que você escreve livros sobre a Escócia. Minha mãe é uma fã deles e disse que você mencionou o monstro do Lago Ness em um de seus livros.
Se você pudesse responder a essas perguntas, eu ficaria muito grata. Se não, está tudo bem. Eu sei que você é muito ocupada.
Alguma vez você já esteve no Lago Ness?
Você acredita no monstro do Lago Ness?
Por que sim ou por que não?
Se sim, que tipo de ser que você acha que ele/ela / ele é?
Você conhece alguém que pensa que viu Nessie?
Se assim for, com o que ele/ela / ele se parece?
Se não, como você imagina que ele/ela / ele se parece (Se você acredita)?
Qual o papel que o monstro do Lago Ness tem em seu livro?
O que a inspirou para incluir o monstro do Lago Ness em seu livro?
Você acha que os cientistas devem continuar a procurar provas do monstro?
Muito obrigado pelo seu tempo. Espero também me tornar uma autora um dia.
       
Atenciosamente,
Olivia Perfetti
       
Minha resposta:
       
Cara Olivia- Bem, vamos ver...
Sim, eu já estive no Lago Ness. É enorme! Muito, muito profundo, de uma cor azul escuro com tempo bom, quase preto com mau tempo, sob as nuvens.
       
Eu não sei sobre o monstro do Lago Ness. Por motivos puramente científicos, provavelmente não, pelo menos, não sei o monstro é tão grande como descreveram; eu vi uma análise da quantidade de biomassa produzida no lago, e o lago não é grande o suficiente para sustentar uma população de criaturas desse tamanho (veja, pode não haver apenas um monstro, ao menos que: a) é imortal, e não sabemos de qualquer criatura de carne e de sangue imortal, para que você não deva presumir que exista uma, a priori (que significa, "conhecimento que se adquire mediante a dedução."), ou b) você tem uma situação em que o monstro não está confinado ao lago. A não ser que seja esse o caso, você tem que ter uma população de certo tamanho para permitir reprodução; caso contrário, eles morrem.
       
Por outro lado... eu não sei o quanto de sua mãe disse sobre os meus livros, mas o ponto principal da história envolve viajem no tempo. Agora, se você acredita que viagem no tempo é possível, tanto Stephen Hawking como eu achamos que é , então você não tem que ter uma quantidade definida de biomassa ou de uma população de criação de monstros. Tudo que você precisa é um momento/portal sob o Lago Ness, o que, ocasionalmente, permita uma criatura pré-histórica passe por ele.
       
OK, se este for o caso, então o monstro poderia facilmente ser um Plesiossauro, Elasmossauro, ou qualquer outro réptil pré-aquático. Indo apenas com base na foto publicada mais popular do suposto monstro, meu palpite seria Plesiossauro.
       
Eu não conheço ninguém pessoalmente que tenha visto o monstro, mas eu conheci um monte de pessoas na Escócia que acreditam que ele está lá.
       
Nos meus livros, há uma cena em que a heroína (uma enfermeira da Segunda Guerra que passa por um portal de tempo, em um círculo de pedra, nas Terras Altas, e chega em 1743) vê o monstro do Lago Ness, quando ela desce até a margem para pegar água do Lago. Em um livro mais tarde, quando ela está falando com o namorado de sua filha, ela diz que acha que a criatura que ela viu foi um Plesiossauro, e especula que talvez ele chegasse lá da mesma forma que ela, mas através de um portal sob a água.
       
O que me fez incluí-lo? Estou tentada a dizer por puro capricho, porque isso certamente teria alguma coisa a ver com isso. No entanto, não há realmente mais do que isso. No folclore das Terras Altas, há uma criatura chamada Waterhorse; isso é uma coisa sobrenatural que vive na água, e é bastante perigosa; há muitas histórias sobre eles. Eu fiz um monte de pesquisas sobre folclore, costumes, etc, ao escrever estes livros, e então eu vi uma espécie de relação entre a noção do monstro do Lago Ness, e a noção muito mais velha de Waterhorse. E quando eu comecei a pensar sobre isso profundamente, eu podia ver a pungência de ter essa mulher, jogada para fora do seu próprio tempo, conhecendo a uma criatura que poderia também estar deslocada, ou pode ser um presságio para ela. Você sabe, coisas temáticas.
       
Bem, eu era um cientista antes de começar a escrever romances (Eu tenho um Ph.D. em Ecologia, um mestrado em Biologia Marinha, e uma licenciatura em Zoologia), e eu sou totalmente a favor de cientistas estudando qualquer coisa que eles achem que é interessante. Ainda assim, houve uma série de estudos sobre o lago, usando radares, sonares, e assim por diante, e não encontraram nada. Mas você não pode provar uma negativa (isso é um axioma do método científico, você tem que ter uma hipótese falsificável. Isso significa que você tem que ter uma ideia de que poderia, teoricamente, provar totalmente que algo esta errado e é por isso que o criacionismo não é ciência. E não pode ser. Você não pode provar que Deus não existe por que você não tem uma hipótese falsa) neste caso; há sempre a possibilidade de que algo está lá, e nós simplesmente não o encontramos ainda. As probabilidades são contra tudo isso, mas afinal, você só precisa de um monstro.
       
Boa sorte com seu relatório! (Btw, há um centro do monstro do Lago Ness em Drumnadrochit, às margens do lago. Você pode tentar o Google e também visitar o site.)
       
Muitas felicidades,
       
- Diana
       
Artigo sobre o Plesiossauro no Wikipedia.
       
Que tipo de dinossauro é Nessie?
       
Bem, a que Claire viu (em OUTLANDER) é provavelmente um Plesiossauro, como indicado acima. Eu tenho um dos modelos do Museu Britânico em minha estante. O modelo é azul... e assim é o monstro de Claire. Os pequenos detalhes de aparência são baseados em um conhecimento de anatomia reptiliano básico.
       
       
A página de FAQ sobre os personagens, foi atualizada pela última vez em 11 de Julho, 2014 no site oficial de Diana Gabaldon.

0 comentários:

Postar um comentário

Lallybroch - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2016